O registro de título e documentos (tais como contratos e recibos) é importante por diversos motivos, entre eles podemos destacar os seguintes:

  1. Para tornar incontestável o seu conteúdo, pois no Cartório de Títulos e Documentos qualquer pessoa pode conferir, a qualquer tempo, o que está registrado.
  2. Para ter a garantia de uma cópia autêntica, verdadeira que, como certidão, passa a ter o mesmo valor do original, caso este seja extraviado, perdido ou danificado. Ou seja, uma vez registrado, tem-se a certeza de que nunca perderá aquele documento, visto que a qualquer tempo pode-se voltar ao cartório e pedir uma certidão que será aceito em qualquer repartição pública ou instituição particular como se fosse o original.
  3. Para dar autenticidade ao documento, pois com o registro ele não corre risco de ser fraudado.
  4. Para deixar provado o texto original do documento, de modo que ninguém poderá alegar desconhecimento da sua existência.

Exemplos:

    1. após 15 anos trabalhando em diversas empresas, por algum motivo qualquer, uma pessoa perde a sua Carteira de Trabalho (CTPS). Esta pessoa terá que ir de empresa em empresa para tentar refazer seu histórico de trabalho. E se uma empresa já houver fechado? Se esta pessoa registrou a CTPS em títulos e documentos, basta pedir uma certidão que servirá como prova para qualquer fim (aposentadoria, por exemplo).
    2. Duas pessoas contratam a venda de um bem móvel ou um serviço. Uma vez registrado o contrato em títulos e documentos, ambos terão a certeza da data do contrato, da autenticidade e da preservação.
    3. Alguns contratos precisam ser registrados em títulos e documentos para ter efeito contra terceiros (penhor, por exemplo). Assim, uma vez registrado, ninguém poderá alegar que desconhecia tal contrato, tendo em vista que qualquer pessoa passa a ter acesso ao documentos através de certidão.

Qualquer documento, para fins de conservação, pode ser registrado. Para ter efeito contra terceiros, o documento teve tratar de bens móveis, visto que para os bens imóveis o registro de imóveis é o competente. Para facilitar, vamos enumerar alguns exemplos:

Acordo
Alienação fiduciária
Alvará
Aposta
Arrendamento
Assunção de responsabilidade
Ata
Autorização
Boletim de ocorrência
Balanço
Borderô
Cancelamento
Carnê
Carta
Carteira Profissional
Caução
Cédula de Crédito em garantia
Cessão de crédito
Cessão de direitos
Certidão
Certificado
Chancela mecânica
Comissão mercantil
Comodato
Compra e venda

Condomínio de animal
Confissão de dívida
Constituição de garantia
Contrato de adesão
Contratos em geral
Convênio
Curriculum profissional
Dação em pagamento;
Declarações em geral
Doação
Edital de concorrência pública
Empreitada
Empréstimo de veículo
Exoneração de fiança
Laudo
Locação de bens e/ou serviços
Locação
Memorial descritivo
Mútuo
Nota e crédito
Nota promissória
Notificação
Opção de venda
Pacto de união estável

Pacto patrimonial
Parecer
Patrocínio
Penhor
Permuta
Planilha
Prestação de contas
Projeto
Promessa de cessão
Promessa de subscrição de ações
Quitação
Recibo
Reconhecimento de dívida
Regulamento
Representação comercial
Re-ratificação contratual
Rescisão contratual
Sublocação
Termo de depósito
Termo de responsabilidade
Tradução
Utilização de tecnologia